quarta-feira, 30 de abril de 2014

CAMINHO DO SOL - O QUE É E PORQUE FAZER?

'O caminho do Sol' surgiu a partir de um sonho do Sr. Palma, um peregrino, que ao concluir sua caminhada em Santiago de Compostela, em junho de 1996, teria retornado alucinado com a ideia de continuar sua caminhada. Isto aliado ao fato de ainda não termos um ambiente propício a caminhadas de longa distâncias e a intenção de retribuir ao universo as alterações interiores resultantes do caminho de Santiago, fizeram-no lançar em busca de alternativas para transformar seu sonho em realidade. 

Para quem não sabe, o Caminho de Santiago de Compostela, é uma rota milenar de 850 km de distância, que cruza o norte da Espanha. As pessoas que fazem este caminho, estão em busca do valioso "ser" ao invés de "ter", ato semelhante ao que teria motivado o Apostolo Tiago (São Tiago = Santiago) abandonar seu conforto e seguir a Cristo. Este caminho normalmente é feito em aproximadamente 33 dias a pé e em 13 dias de bike. 

Como forma de preparação, o Sr. Palma criou o Caminho do Sol, uma rota no interior de São Paulo com 240 km, que poderá ser concluída a pé, em 11 dias, ou de bike, em 3 ou 4 dias. Cruzando cidades históricas, fazendas e plantações, o lugar dá a oportunidade de peregrinos e bicigrinos experimentar sensações físicas e emocionais. 

Como fazer o caminho?

Para se fazer este caminho é necessário solicitar através do site www.caminhodosol.org uma pré-inscrição e após executar os processos que será detalhado em seu e-mail. Você participará de uma palestra orientativa e receberá mapas deste caminho do próprio Palma, idealizador da rota.  O custo aproximado por pessoa (bicigrino) será de mais ou menos R$ 550,00, incluindo as refeições e as pousadas. 

Porque fazer o caminho?

Muitas pessoas que conheço fizeram este caminho de bike. Tive muitas dúvidas antes de decidir, visto que já tinha feito o Caminho de Santiago e recentemente o Vale Europeu. Perguntava-me, já que o Caminho do Sol seria a preparação de algo maior, valeria a pena fazê-lo agora? A primeira razão para eu fazê-lo era óbvia... tinha apenas 4 dias de folga, dois feriados que se encontraram sexta e segunda-feira (18 e 21 de abril de 2014). Mas o medo da decepção ainda me torturava... por isso, empenhei-me em uma pesquisa, a mais profunda que conseguisse, para tentar decidir este assunto. 

Encontrei alguns vídeos no youtube, o que foi de cara, muito animador. 

Na sequência, comprei um livro digital chamado: Caminho do Sol - Uma vivência transformadora, onde trás vários capítulos com depoimentos de peregrinos/bicigrinos que concluíram esta rota e o livro Relatos de um Cajado, de José Palma. Me apaixonei pelos relatos... mas acima de tudo, descobri vários motivos reais para fazer o caminho. 


 

1º Sempre podemos fazer novos amigos - Em todas as viagens que fiz, sempre conheci muitas pessoas que valeram muito a pena! Nestas oportunidades, expandimos nossas relações com pessoas que nem imaginaríamos encontrar e é sempre muito bom!!

2º O caminho é só seu - Não importa o quanto foi positivo ou negativo o caminho de alguém que você conheça, os motivos que o incomodou podem não ser os motivos que te incomodarão. O ritmo, o clima, o condicionamento, a companhia, o nascer ou o por do sol, o passarinho, enfim, tudo vai interferir diretamente na sua experiência com a rota. O caminho e os motivos são só seus e só dizem a respeito de você mesmo. Cada um deverá saber o que tirar de experiência do que quer que faça... e, de acordo com o Peregrino Arthur Fernando Rodrigues Motta, do livro digital Caminho do Sol, '...os acontecimentos vão se sucedendo, alguns alegres, outros nem tanto, alguns impressionantes de imediato, outros que agem com o tempo, alguns que roubam lágrimas no ato e outros que deixam saudade e ternura, mas todos certamente marcantes (e necessários na medida de cada um)...'

3º Sair da capsula (Peregrino Auro Lucio Silva) - Desde que estejamos dispostos a nos abrir, deixando de lado as couraças que nos isolam e nos protegem da 'vida normal', posição social, familiar ou quaisquer necessidades que nos levem a usar máscaras, seremos envolvidos rapidamente em laços de confiança, emoções e sentimentais que normalmente, em nossas vidas medíocres, provocariam reflexos de defesa e nos encapsulariam nas fortalezas emocionais onde normalmente passamos a totalidade de nossos dias... Achei fantástico este motivo!

4º Liberdade (Peregrina Bruna Maria Bratoli de Noronha) - Aquela que só a mãe natureza sabe nos conferir... a de ir e vir sem nos julgar. Aquela que nos apresenta a beleza do lugar, sob uma ótica única, mas... só se vê bem com o coração, pois o essencial é invisível aos olhos...

5º Acima de tudo... você pode ir ao lugar mais lindo do mundo... mas você apenas o encontrará, se já o levar consigo!

Enfim... a 4 dias de começar o caminho, estou contando as horas, minutos e segundos para começar minha nova aventura... 

Fonte de pesquisa:
http://www.amigodaalma.com.br/2010/01/02/caminho-do-sol-saude-e-cultura-ao-alcance-dos-pes/

6 comentários:

  1. Boa pedalada... vou te acompanhar porque fiquei com muita vontade de ir também. E vou!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podexa, farei com que faça parte desta viagem com agente!

      Excluir
  2. Ja pedalei pelo caminho 4 dias inesquecíveis. Vale a pena. Abraço bicigrino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Denise! Estou ansiosa para começar, bju

      Excluir
  3. E então Cláudia... como foi sua Páscoa? Chegou bem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Sim, chegamos bem e foi tudo maravilhoso! Já estou selecionando o material para poder começar a fazer os relatos! Em breve estarei postando, bjuuu

      Excluir